Sunday, May 8, 2016

Mar de Rosas, por Nora Roberts




Sinopse

Emma Grant é a decoradora da Votos, empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas de infância – Mac, Parker e Laurel. Ela passa os dias cercada de flores, imersa em seu aroma, criando e montando arranjos e buquês. Criada em uma família tradicional e muito unida, Emma cresceu ouvindo a história de amor dos pais. Não é de espantar que tenha se tornado uma romântica inveterada, cultivando um sonho desde menina: dançar no jardim, sob a luz do luar, com seu verdadeiro amor. Os pais de Jack se separaram quando ele era garoto, e isso lhe causou um trauma muito profundo. Ele se tornou um homem bonito e popular entre as mulheres, porém incapaz de assumir um compromisso. Quando Emma e suas três amigas fundaram a Votos, foi Jack, o melhor amigo do irmão de Parker, quem cuidou de toda a reforma para transformar a propriedade no melhor espaço para casamentos do estado.


    Um tanto decepcionante mas de forma alguma ruim, Nora Roberts traz em suas segunda trama da série "Quarteto de Noivas" uma história dedicada a uma das quatro amigas apaixonadas por casamentos e fundadoras da Votos, sua empresa que organiza essas celebrações. 
     Emmaline é a responsável pela organização e confecção de buquês e qualquer artefato decorativo que envolva flores, sua especialidade. Por ter crescido numa família tradicionalmente romântica e com laços afetivos muito fortes, ela sempre estabeleceu como seu ideal encontrar um amor um dia. Apesar de estar acostumada a conhecer homens diferentes, nunca teve essa área da sua vida completamente preenchida. 
     Em contrapartida, ela sempre teve uma atração secreta e internamente proibida por Jack, amigo da família e dos seus amigos há muitos anos, o que os fazia com que se vissem como irmãos muito próximos, gerando uma regra implícita de que não haveria possibilidade ética de se envolverem em um relacionamento amoroso. Dessa forma, Jack e Emma nutriam uma atração e amor platônico um pelo outro, que sempre estivera escondido.
     Na oportunidade mais remota, esse amor estourou e ambos não acreditavam no que acontecia. Sua paixão sempre fora posta na caixinha mental 'Ignorados', e de repente esse compartimento era revirado de cabeça pra baixo, e tudo saiu dele. 
     A história possui muito potencial pra tornar-se A Referência em um romance difícil, porém conquistável. Contudo, a autora manteve um ritmo muito normal no enredo, com acontecimentos de impacto medianos, não criando  uma esfera de atração no leitor. O que enriquece bastante a trama é o momento do clímax, que desta vez, fora muito bem trabalhado ganhando um destaque dos demais pontos da história.
     Considero o livro indicado para os românticos de plantão, e leitores insistentes. Em muitos momentos a história mantém uma frequência não tão estimulante assim, embora seja muito importante para a compreensão da história de vida do "Quarteto de Noivas" como um todo, que compõe a série. 


Trechos: "Para Emmaline, o romance torna as mulheres especiais. Faz com que todas sejam bonitas e transforma os homens em príncipes. Com romance, a vida de uma mulher é tão imponente quanto a de uma rainha, porque o seu coração passa a ser precioso."
"O amor pode ferrar bastante com você antes que descubra como conviver com ele. E uma vez que você descobre, fica se perguntando como conseguiu viver até ali sem ele."
"Corações partidos se curavam. Talvez as marcas ficassem para sempre, como cicatrizes, mas iam sarar. As pessoas viviam e trabalhavam, riam e comiam, andavam e falavam sem ligar para essas marcas."


Depressão pós-livro: 80%
Avaliação Final: 75%

No comments:

Post a Comment